Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amulherqueamalivros

a chorar da vista

euearosa.jpg

 

Quando lancei o tema não pensei que fosse complicado colocar por palavras o que me faz rir. Sou de riso fácil. De mau humor constante também. Pareço sempre zangada com a vida. Refilo muito. Rio muito. Consigo voltar cabeças em minha direcção quando solto gargalhadas, mas evito. 

São as piadas no escritório, sobretudo quando o assunto não tem pés nem cabeça. Normalmente, por volta das três, quatro. Basta uma frase mal dita ao cliente durante uma chamada telefónica, uma gargalhada mais estranha, um cliente mais surdo. São oito horas sentada à frente do computador, merecemos este momento de galhofa. Já aconteceu rir e perder o fôlego. Ter medo de ser despedida tal o som da gargalhadas. Aliás, o meu chefe já me mandou rir mais baixo. 

Um homem a dançar de forma estranha, estilo anos 80. Tento imitar só para meter os meus espectadores a rir também. E ando para trás no comando só para cuspir o riso agarrada à barriga. As quedas dão-me pena. Não consigo ver, não gosto sequer. Quando ia à discoteca eram as danças esquisitas as culpadas das últimas gargalhadas da noite. 

O vinho. O vinho, depois do segundo copo, faz-me olhar fixamente para os lábios das pessoas enquanto a minha mente acha tudo o que é dito muito engraçado. As pessoas são engraçadas, a mesa é engraçada, o copo é engraçado, o senhor do balcão é engraçado. O vinho dá-me uma vontade de rir incontrolável. Mesmo se o tema for obscuro e triste. 

O meu filho. Quando ralho com ele por algum motivo, ele faz aquele sorriso mágico com dentinhos pequeninos e uma boca gordinha e fofa, não resisto. Por mais que esconda, acabo por sorrir no momento e gargalhar mais tarde. Este é o meu riso preferido. E de preferência, aquele que mais quero na minha vida. 

 

Este texto foi escrito para o projecto #comcanela. O projecto consiste num texto com um tema aleatório todos os meses ao dia dez, às dez horas. Os participantes abordam o mesmo assunto e publicam os seus textos no mesmo dia/hora. #comcanela conta com os três participantes: O Informador e O Homem Certo e eu. Para participar é necessário usar a hastag #comcanela. 

4 comentários

Comentar post

leitora beta * divulgação * literatura *

contacta-me para mais informações contactoclaudiaoliveira@gmail.com
guia-de-viagem-skyscrapper

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D