Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amulherqueamalivros

As mulheres da minha estante

IMG_8760.PNG

Para assinalar o Dia Internacional da Mulher decidi partilhar convosco algumas mulheres da minha estante. Seleccionei livros de escritoras que não li ainda (excepto uma), mas pretendo ler brevemente. Não falta diversidade e qualidade neste núcleo de escritoras.

 

Elena Ferrante, escritora italiana, rosto desconhecido com quatro livros editados em Portugal. Ninguém fica indiferente a tanto sucesso. Eu já li este livro, mas pretendo reler. Adoro a escrita da autora, adoro as personagens que ela criou. 

 

Eleanor Catton, escritora neozelandesa,vencedora do Prémio Man Booker com este romance. Um livro que mistura suspense e astrologia. Como não amar?

 

Auður Ava Ólafsdóttir, escritora islandesa, vencedora de um prémio literário para mulheres da Islândia chamado Prix de Page. Este romance é o único editado em Portugal. 

 

Mary Ann Shaffer e Annie Barrows, duas escritoras norte americanas da mesma família, um livro escrito inicialmente por uma e finalizado por outra. Um livro sobre livros e inserido no Plano Nacional de Leitura. 

 

Clarice Lispector, escritora brasileira, escreveu o livro da vida de muitas mulheres. Publicado em 1964, é um livro intemporal. 

 

Diane Setterfield, escritora britânica, talvez o seu romance mais conhecido seja O Décimo Terceiro Conto com adaptação cinetografica. Um bestseller traduzido em 38 países. 

 

Justine Picardie, escritora britânica, escreveu sobre a também escritora Daphne Du Maurier, autora de Rebecca (um dos meus livros preferidos de sempre!). Um romance baseado em factos reais. 

 

Nicole Krauss, escritora americana, dois livros editados em Portugal pela Dom Quixote. Já venceu diversos prémios, é considerada pela The New Yorker uma das maiores escritoras com menos de quarenta anos. 

 

Carson McCullers, escritora estado-unidense, começou a escrever com 23 anos. O romance foi eleito um dos melhores romance do século XX. 

 

Svetlana Aleksievitch, escritora e jornalista bielorussa, vencedora do Prémio Nobel da Literatura em 2005. Um livro de não-ficção sobre o pior desastre nuclear de sempre. 

 

 

4 comentários

Comentar post

leitora beta * divulgação * literatura *

contacta-me para mais informações contactoclaudiaoliveira@gmail.com
guia-de-viagem-skyscrapper

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D