Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amulherqueamalivros

NÃO É UM DIÁRIO | MARÇO

InstaFit_20180331_15575529.jpg

 

Mês gigante, frenético e cheio de muita coisa para fazer. Gostei bastante do meu mês de março. Teve um ou dois percalços, mas uma pessoa ergue a coroa e segue em diante. Vamos la fazer uma viagem pelos últimos trinta dias.

 

Conclui com sucesso o curso de gestão de tempo. Aprendi bastante e estou ansiosa para partilhar convosco algumas dicas. Portanto, vamos ter aqui algum conteúdo sobre o assunto. Foi um bocadinho cansativo conjugar o outro curso com este, mas valeu a pena. Entretanto, estou de férias da Pascoa e tenho aproveitado para fazer outras coisas. 

 

Aconteceu o encontro do Clube dos Clássicos Vivos. Adoro falar de livros, conhecer pessoas novas e ter estes momentos. Rever as pessoas dos livros é uma lufada de ar fresco nos meus dias. Foi o encontro com mais pessoas depois do encontro da feira do livro. Ainda tivemos a companhia dos livros oferecidos pela Guerra & Paz. Também planeámos os próximos encontros, assim como as novas votações. 

 

Cheguei ao 3500 subscritores no canal A Mulher Que Ama Livros. Estou a fazer cinco sorteios no Instagram para todos os leitores e subscritores do canal para celebrar. As pessoas entenderam as mudanças do blog e do canal. Fiquei tão contente. O feedback tem sido bom, estou a fazer do meu blog/canal algo de acordo com o que eu gosto e crescimento. Estou e sou todos os vídeos e textos que produzo. Na semana passada fiz um inquérito para entender o que esperam do canal. Anotei cada sugestão e dica. Planeei o mês de abril de acordo com as respostas. Obrigada a quem participou!

 

Mudei o corte da cabelo, o quarto, comecei o meu jardim doméstico. Voltei a cozinhar, a fazer exercício, meditação. Também voltei a escrever (apesar de só ter uma pagina). Foi graças ao #6amclub depois de ter lido "Manhãs Milagrosas". Ainda criei o desafio Primavera, o que me ajudou a explorar os trabalhos manuais, a cozinha, o mundo. Como estou contente com estas pequenas vitórias pessoais. Sinceramente, acho que devemos ficar contentes por partilhar momentos que inspiram os outros, e encontrar na felicidade dos outros alguma inspiração. Março foi assim. Tive longas conversas com pessoas que admiro. Visitas de quem amo.

 

E quanto estava perfeitamente em equilíbrio, aconteceu algo que abalou a minha serenidade mental. Todavia, é importante para mim desabafar, chorar o que tiver de chorar e não ter medo de procurar ajuda. Algo que não faria há uns meses atrás, mas decidi mudar isso. Mesmo que a ajuda seja recusada, mesmo que não tenham tempo para ouvir as minhas lamentações. Fico atenta aos pormenores e escuto o que a energia do mundo me quer dizer. Algo que aprendi ao longo destes anos é que não devo massacrar-me com as atitudes dos outros. Deixa, era só uma mensagem. Nos primeiros dias custa muito, mas vai passando. Como no fim dos relacionamentos, como nas despedidas eternas. Lidar com a falta de carácter dos outros é um trabalho diário. Felizmente tenho amor próprio, conheço o meu valor. Não quero imaginar as pessoas que passam por situações piores que não têm a noção do que merecem. Depende do que procuramos no mundo, as respostas chegam a nós. E iniciar este desafio de trinta dias foi uma ajuda preciosa. Está tudo interligado!

 

Poupanças. O dinheiro das poupanças têm outro destino. No entanto, tenho conseguido poupar e equilibrar tudo. Acho que gastei bastante em saúde (eu e filhos). Acho que podia ter evitado algumas compras no supermercado. Mas não vale a pena lamentar. Nunca mais voltei a comer em cafés ao pequeno-almoço. O que é uma vitória. Por outro lado, tenho ia almoçar e jantar a novos restaurantes. Também fui duas vezes ao cinema em pouco espaço de tempo. Comprei uns livros novos. Acho que vou ter de comprar um telemóvel novo e não me apetece muito, mas este está com dificuldades para carregar. Também investi no meu curso de gestão de tempo, mas valeu a pena. 

 

O que quero mudar no próximo mês? Quero levar para abril tudo o que comecei em março. O desafio #6amclub está quase a terminar, quero chegar ao fim com satisfação e novos hábitos. Também pretendo colocar em prática o que aprendi no curso de gestão de tempo. 

 

O que mais me fez feliz este mês? A ida à praia com a minha familia. Os momentos só nossos. As conversas inspiradoras. A troca, as partilhas, as aprendizagens. Comida bom, receitas novas e as resposta dos leitores ao inquérito que eu fiz no instastories. 

 

Uma música Naked, James Arthur

Um videoclip Never Enought, Davina Michelle

Uma iniciativa PNL 2018

Um canal Vegana Bacana

Uma mulher Inês Pimentel

 

goodreads twitter instagram facebook newsletter

 

2 comentários

Comentar post

leitora beta * divulgação * literatura *

contacta-me para mais informações contactoclaudiaoliveira@gmail.com
guia-de-viagem-skyscrapper

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D