Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

amulherqueamalivros

ESTE LIVRO MEDÍOCRE VENDEU IMENSO | A ARTE SUBTIL DE SABER DIZER QUE SE F*DA

wook.jpg

 

Preciso de explicar porque dei uma estrela a este livro no GoodReads apesar dele ter uma boa pontuação na plataforma. Eu não tenho problemas com livros deste género, adoro a temática. Estou sempre em busca de livros inspiradores, originais e criativos. Pensava que este livro seria assim. Estava tão enganada. Há semanas no top de vendas previa ser uma leitura espectacular. Não é, vão por mim. O livro não vale um caracol de tão mau.


Primeiro, onde é que Mark sustenta a sua teoria? Na sua própria experiência. O que fez ele de sucesso? Conseguiu vender muitos livros através do discurso patético armado em engraçado. Para mim livros destes são puro aproveitamento. Tenta impingir às pessoas uma teoria completamente maluca, cheia de exemplos que nada têm a ver com a realidade e as pessoas acreditam que ele está certo. Não vos faz lembrar nada? Chamo de discurso do bandido. 

Separei algumas frases maravilhosas deste livro. Ironia, claro.


“Já percebeste que, às vezes, quando te importas menos com alguma coisa, acaba por correr melhor? Já notaste que geralmente é a pessoa menos empenhada que acaba se dando bem? Já reparaste que às vezes, quando paras de te importar tanto, tudo começa a entrar nos eixos?” 

Esta é a melhor. Claro que a pessoa menos empenhada tem mais sucesso. Não é Mark, seu lindo? Tu sabes bem o que dizes, escreveste um livro medíocre e vendes imenso. Palmas, quem diz a verdade não merece castigo.


“Se buscar o positivo é negativo, então buscar o negativo gera o positivo.” 

Obviamente que quando somos pessimistas vamos encontrar as energias positivas. Como o Bukowski. Ele adorava ser velho, bêbado e pobre. Então esforçava-se imenso para continuar a ser assim só na esperança de vender muitos livros e ficar rico. Quem sabe o primeiro prémio do euromilhões para tanta negatividade. Aliás, não façam nada nessa vida. 


“O problema das pessoas que se agarram a qualquer banalidade como se daquilo dependesse sua maldita vida é que elas não têm mais nada interessante com que se importar.”


Sim, claro. A senhora que ele dá como exemplo passa os dias a cortar talões de desconto.  E segundo o Mark ela faz isso porque não tem nada de interessante onde focar a sua atenção. Até pode ser uma pessoa sozinha, deprimida, doente, mas não, vamos generalizar e dizer que ela não tem nada de interessante para fazer. Aliás, ele faz isso constantemente ao longo do livro.

 
Passo a resumir este livro. Não ligues muitos às coisas, tenta relaxar, enfrenta os teus medos e quanto mais negativo mais alcanças. Porque desta forma não estás sempre a tentar provar nada, nem a martelar a tua cabeça e ficares frustrado. Vais morrer, portanto não te preocupes muito, terás sucesso se mantiveres essa postura. Não ligues aos outros, eles não são um obstáculo. Só tens é de continuar a fazer aquilo que queres e dizer umas quantas asneiras pelo meio. Se fores arrogante, melhor ainda. Interessa é tentares manter a graça, cair na graça e se não caíres paciência.


O livro está cheio de generalizações e exemplos muito ao jeito do autor. Tenta ser engraçado, mas eu dei longos suspiros de aborrecimento em vez de gargalhadas. Os mal-educados, sem papas na língua, nas tintas para tudo e todos nunca serão pessoas de sucesso. Tenho outra definição para isso. Não recomendo. 

 

goodreads twitter instagram facebook 

 

leitora beta * divulgação * literatura *

contacta-me para mais informações contactoclaudiaoliveira@gmail.com

ESTREIA 21 DE JUNHO

Resultado de imagem para a livraria

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D