Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

amulherqueamalivros

Seg | 20.04.15

Dlog #53 | Fim de semana produtivo

Cláudia Oliveira

Conseguir chegar finalmente à quinta temporada da Guerra dos Tronos. Não achei o final da quarta temporada épico como pintaram. Mas gostei muito. Se o anão morrer nunca vou perdoar o George RR Martin. Só vos digo isto. Entretanto já comprei a maior parte dos livros da colecção Crónicas de Gelo e Fogo. Ainda estou à espera de alguns, quando chegar farei o convite à maratona. 

Acabei de ler Abryel, dei três estrelas. Muitas informação para tão poucas respostas. O escritor terá de escrever muito bem o segundo livro da trilogia para tudo o que foi contado no primeiro fazer sentido. 

Comecei a ler Precious. O livro vencedor do Primeiro Parágrafo. Li trinta e duas páginas de 178. O livro é escrito de forma incorrecta propositadamente. A narrativa é escrita como a personagem fala. É o livro mais perturbador que já li desde que me lembro. Tem passagens nojentas, descritas de forma bastante real pela Precious. Desde a violência que a mãe exerce sobre ele, desde as relações sexuais entre ela e o pai. Até sonhei com isto. Esta miúda leva o mundo às costas. 

IMG_3168.JPG

 

 

 

 

Seg | 20.04.15

Desafio | The Bucket List

Cláudia Oliveira

O Ricardo do blog ContRacapa desafiou-me para fazer uma lista de dez coisas que quero fazer antes de morrer. 

Cá vai.

1. Viajar. Conhece um país qualquer poramordedeus, nunca saí de Portugal. 

2. Ir ao casamento dos meus três filhos. Ok, só tenho um, mas quero ter três e ser velhinha o suficiente para os ver casar, se eles quiserem casar, claro. 

3. Ir para a Faculdade de Letras e concluir o curso de Literatura. 

4. Ter um programa de televisão sobre livros. Posso sonhar, não é?

5. Conhecer a família do marido que vive em Angola. 

6. Conseguir mudar o meu estilo de vida e tornar-me numa pessoa mais saudável e desportista.

7. Ter uma livraria onde vou vender bolos saudáveis para confortar os leitores. 

8. Conseguir ter uma boa poupança. 

9. Comprar outro carro. De preferência um carro familiar. 

10. Levar a minha mãe a um concerto do Tony Carreira. 

Escolhi somente coisas possíveis. Tirando ali o ponto 4, acho que posso conseguir tudo. Com alguma dificuldade e dedicação, mas posso. 

Vou pedir a três pessoas para responder a este desafio. 

O Homem Certo

Delicia de Amêndoa

A Rapariga do Autocarro

Sex | 17.04.15

O que eu escrevi nesta data desde 2007 em todos os blogues que já tive #1

Cláudia Oliveira

Nos meus blogues

2007

- Mor, estás a ver estes casais? Não conversam, fazem companhia física um ao outro. Estão presos aos próprios pensamentos, condenados pela rotina e cansaço.

 - (...).

- A partir do momento que eu esteja no café contigo e não exista conversa entre nós, prefiro terminar a relação. 

- Então porquê?

- Se não existir diálogo, é sinal que já não tenho mais nada para te dizer. Não quero ao meu lado alguém sem nada para me dizer, eu idem.

2008

Finjo que não quero saber do telemóvel. Mas olho de esgueilha. Preciso de saber. Qualquer coisa. Um sim ou um não. Prefiro um sim. Claro.

2009

Hoje é dia de formação. O dia inteiro. Tenho a impressão que vou adormecer. Tenho impressão que vou apanhar uma seca. Tenho impressão que não me apetece ir.

2010

É impressão minha ou o gajo do júri do lado esquerdo é meio tarado e passa as mulheres por serem bonitas? E sempre que uma rapariga é mais provocadora a baba dele escorre pela boca?

2010

Preferias um carro. Uma mota. Um telemóvel novo. O meu silêncio para não te chatear com alguma coisa. Calava-me e ficava a remoer por dentro. No máximo quatro dias. 

2010

liga-me duas vezes. não atendo. ligo de volta. desliga-me a chamada.

2011

É muito mais fácil virar as costas e dizer que vou trabalhar quando a vontade é encarar tudo de uma só vez e ir a jogo. Ficamos juntos ou isto é só uma passagem? A resposta chega.

2011

pensava já que tinha lido de tudo na blogoesfera mas enganei-me. foda-se.

2012

Há uma coisa que não aguento. Aliás, duas. Primeiro, aquelas pessoas que se metem na conversa dos outros, interrompendo e fazendo perguntas ou o diabo a oito e um quarto.

2012

Quem sai a perder é o mesmo, aquele que mais dá. Por dar, por não receber, por não ter mais com que contar. 

2012

no lugar onde vives os telejornais também têm notícias ridículas? e demoram uma hora e meia?

2013

Recentemente li um livro mexeu que comigo. Uma mulher perde a sua irmã mais velha com cancro, esta para recuperar decide ler um livro por dia. O livro conta isso mesmo, todo o processo de recuperação da morte da sua irmã. Como os livros mudaram a sua vida.

2013

"The Following" foi a minha primeira desilusão de 2013. 

2014

Recebi um convite de casamento para o mês de Maio. Presumo que vá estar bom tempo. Toda a minha cabeça começou a trabalhar. Levo o Gustavo? É que o casamento não é perto, é noutra cidade. Ele é muito pequeno para fazer uma viagem no meio do calor.

2014

o Zé ronca ao meu lado. tanta vontade de apertar-lhe o nariz.

2014

Preciso urgentemente deste livro. Adoro o Miguel Esteves Cardoso. Adoro estas edições. Adoro o título. É amor. Vai estar à venda a partir do dia 22 deste mês. Não vejo a hora de o cheirar. 

No Facebook

2012

Às vezes não se diz o que se pensa para nã magoar, acabando por magoar no tempo errado ou a pessoa errada. 

A feira do livro a chegar e o bolso vazio...grr...

2013

Acabo de descobrir que o livro que ano a ler é a continuação de uma saga já editada pela Europa-América e que os livros custam 8/9 euros no site da editora. Quero todos. 

Tenho 91 seguidores no facebook. Ainda estou para descobrir para que servem ou o que significa.

2014

Os sonhos realizam-se.

Depois de ver o segundo episódio de Resurrection perdi a vontade de continuar a ver. 

Há solução para tudo...

Fotos publicadas

2013

unnamed.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como diz o título deste post, reuni vários posts ou frases publicadas nos meus diversos blogues que já tive desde 2007. Chegava a publicar várias coisas por dia. Escolhi alguns. É bom recordar e ver o que mudou ao longo dos anos. Oito anos.

Conclusões? A feira do livro a chegar e eu continuo com os bolsos vazios, o Zé continua a ressonar e já não olho de esguelha para os telemóveis alheios. 

E tu, o que escreveste há um ano? 

Bom fim de semana!

Sex | 17.04.15

Foi há um ano

Cláudia Oliveira

 

 

Gabriel García Márquez faleceu com 87 anos. Há um ano partilhei uma foto no meu Instagram com a seguinte frase: "Gabo, diz ao Saramago que agradeço de coração o que ambos fizeram por mim (nós)." Continuo a sentir o mesmo. Com saudades e tristeza. Ainda não li Cem Anos de Solidão, mas deste ano não passa. Ando a ler Saramago, aliás este mês leio O Ano da Morte de Ricardo Reis.