Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

amulherqueamalivros

Qua | 26.08.15

Dlog #132 | Pouco para dizer

Cláudia Oliveira

Comecei a ler A Dança dos Dragões, de George RR Martin. Não queria levar dois calhamaços nas férias, se calhar é isso que vai acontecer. Dei de caras com um prólogo estranho e complicado de decifrar. Depois dos dois volumes anteriores cheguei a duas conclusões. Primeira conclusão, a série mudou a personalidade da maioria dos personagens. Segunda conclusão, não devia ter visto a série antes de ler os livros. 

 

Comecei a escrever o nome dos títulos dos livros por ler da minha estante num caderno. A ideia é colocar os títulos em papelinhos dentro de um pote e ir sorteando ao longo dos meses. Escrevi cerca de vinte mas desisti por causa da preguiça. 

Ter | 25.08.15

Os livros são episódios da minha vida

Cláudia Oliveira

A minha vida está ligada aos livros. Recentemente pus-me a pensar verdadeiramente no assunto. Tenho histórias sem fim sobre o assunto. Talvez sejam sinais que eu tento colar aos episódios da minha vida. 

 

Ao longo da minha primeira gravidez sempre que ia uma consulta levava um livro para a sala de espera. Quando entrava no gabinete do médico, ele fazia sempre um pequeno comentário sobre o livro. Normalmente já tinha ouvido falar naquele título e queria saber a minha opinião ou já tinha lido e contava-me a sua opinião. Ficávamos três minutos a conversar sobre a minha leitura. Acredito que ele me conhecesse pelos livros. Assim como o carteiro em dias de entregas. Durante quase nove meses vários livros acompanharam o crescimento da minha barriga. Barriga essa que serviu de suporte quando os braços não aguentavam mais a posição de leitura e o desconforto. 

 

Recentemente engravidei e estou actualmente com três meses e duas semanas de gestação. Mas nem sempre os tempos foram rosas bonitas. Anteriormente sofri um aborto no apogeu da felicidade. Eu e o marido não podíamos estar mais felizes, cheios de projectos e sonhos renascidos quando a nuvem cinzenta passou inesperadamente em minha casa . Não foram tempos fáceis. Mas continuei sem reclamar. Não vale a pena reclamar e baixar os braços. Confesso que o medo instalou-se e cheguei a pensar que não ia conseguir engravidar. Felizmente, engravidei na semana seguinte. 

 

O livro que levei na primeira ( e única) consulta dessa gravidez interrompida antes do previsto é do Pepetela, A Gloriosa Família. Livro esse com um título peculiar para a situação. Livro que o médico elogiou com muito entusiasmo e disse-me que é excelente. Livro que ficou inacabado, coincidência ou não, tal como esse episódio. 

Ter | 25.08.15

Dlog #131 | Projectos, leituras e curiosidades

Cláudia Oliveira

Fui à Biblioteca. Questionei sobre a existência de uma secção para os livros de ficção cientifica. A bibliotecária sabia responder. Pediu-me um título. Eu Robot, de Isaac Amisov. "Não temos". Desilusão estampada no meu rosto. Dei um passeio pelas estantes na remota esperança da bibliotecária estar errada. E estava. Havia uma enorme prateleira ao fundo do corredor e vários exemplares do livro. A minha irmã insistia para eu ir dizer à bibliotecária, mas eu tenho sempre pena de envergonhar os outros.

 

Estou na página 160 do livro O Mar de Ferro, de George RR Martin. Novos personagens, a inexistência de outros, mais camadas. Este livro está a ser uma surpresa a todos os níveis. Tem momentos chatos (Brienne chata!), mas não deixa de ser incrível. Estou a gostar bastante do destaque que as Ilhas de Ferro têm neste volume. Acreditam que ainda não terminei e já quero reler O Festim dos Corvos e este? Acho que precisava de fazer uma releitura. 

 

Entretanto comecei a ler Porquê Ler os Clássicos, do Italo Calvino. Li poucas páginas e estou a gostar. 

 

Em Outubro vou ter um novo projecto no canal Youtube em parceria com outra pessoa. Algo relacionado com livros de terror/horror. No final de Setembro conto tudo. Espero ter tempo suficiente. Estou entusiasmada apesar de apreensiva em relação ao tempo. Estarei quinze dias de férias e já tenho algumas leituras planeadas. Mas Outubro será um mês tranquilo para começar outro projecto. Haverá outra novidade nessa altura, mas vamos deixar no segredo dos deuses, por enquanto. 

 

Estou curiosa para saber as sugestões dos membros do Clube dos Clássicos Vivos para Outubro. Vou manter as sugestões dadas no mês anterior e acrescentar as novas. Espero que desta vez o livro seja do agrado da maioria ao contrário de Moby Dick.