Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

amulherqueamalivros

Qua | 19.10.16

Ler os Nossos | Vamos ler autores portugueses?

Cláudia Oliveira

 

IMG_3987.JPG

 

 

Para celebrar o aniversário do blog e do canal decidi criar um projecto de leitura para todos. O projecto chama-se Ler os NossosA ideia consiste em ler autores nacionais durante o mês de Novembro. A ideia é que participem pelo menos com a leitura de um livro de um autor nacional. Eu escolhi ler somente livros de literatura nacional durante o mês, mas podem ler um no meio de outros autores se preferirem. Também seleccionei alguns livros pouco conhecidos e de géneros diferentes. 

 

Isto para quê? Qual é o objectivo? Divulgar o que é nacional, trocar ideias sobre o que está a ser escrito no nosso país, sair da zona de conforto (para alguns) e o mais importante, incentivar alguém a ler literatura portuguesa. Boa? Acham boa ideia?

 

Fica o convite bastante entusiasmado da minha parte. Brevemente farei um vídeo com mais pormenores, pretendo mostrar os livros que escolhi para o projecto e responder a dúvidas caso apareçam. Será um mês totalmente dedicado à literatura nacional neste blog e canal. Gostaria muito que todos participassem neste mês tão especial para mim. 

 

Para participar basta usar a hastag #lerosnossos nas redes sociais. Avisar, partilhar e divulgar ao máximo os livros que andam a ler. Vou partilhar as opiniões de todos os livros feitas por escrito nos blogs e partilhar todos os vídeos feitos para este projecto no final de todas as semanas. 

 

Vai existir uma leitura conjunta de Saramago. Ou seja, será criado um evento no Facebook onde todos podem falar sobre o livro que escolheram para o projecto e trocar ideias sobre o mesmo. É uma espécie de projecto dentro de outro projecto. Escolhi ler A Jangada de Pedra, outras pessoas escolheram Caim, mas estão livres para escolherem o que quiserem

 

Vamos ler e viver as palavras escritas pelos nossos. Ler os Nossos

Ter | 18.10.16

TAG | Booktube

Cláudia Oliveira

Com dias cinzentos lá fora, a iluminação do vídeo diminui de qualidade. :(

Vídeo da TAG Original da Dora

1 - O que é que o Booktube te trouxe de bom?

2 - Quais as tuas iniciativas preferidas no Booktube?

3 - O que gostas mais num canal?

4 - O que não gostas num canal?

5 - Qual o vídeo antigo que querias que os teus subscritores voltassem a ver?

6 - O que achas que está em falta no Booktube?


Vídeo para ver e comentar se quiser:
"Não tenho tempo para ler" - os verdadeiros motivos

Seg | 17.10.16

História de Um Canalha | Julia Navarro

Cláudia Oliveira

IMG_3962.JPG

 

 

No Goodreads

Minha pontuação 4*

 

A autora espanhola Julia Navarro habitou os seus leitores aos romances históricos, desta vez surpreendeu ao mudar o registo para romance contemporâneo. A atitude é de coragem, mas podia correr muito mal. "Não podemos estar sempre a escrever a mesma história", declarou no encontro proporcionado pela Bertrand. Acabou por ser uma grata surpresa e aplaudo a mudança. Escutar a autora num encontro intimista foi importante para compreender as suas motivações. Assume-se como feminista, quer mostrar através do seu livro os valores morais que defende. "Três anos a escrever este romance do ponto de vista de um canalha foi um suplicio", revelou. Por fim, afirmou que considera este o seu melhor romance.

 

 

 

Não via a hora de livrar-me deste calhamaço de oitocentas páginas. Foi difícil pelos temas abordados e pelas opções do Thomas, o protagonista. Senti-me absorvida por um mundo obscuro, jogos de poder e quando fechava o livro a história continuava a acompanhar-me. A enublar os meus dias.

 

A história é contada do ponto de vista do Thomas, um homem detestável. Todas as relações serão influenciadas pela sua personalidade e vontade de praticar o mal. É um homem solitário, manipulador e com um enorme sentimento de desprezo em relação às mulheres. O livro conta a sua história desde a infância à velhice. Após graves problemas de saúde, ele faz a leitura da sua vida e revela até onde vai a crueldade de um homem amargurado e vingativo. A consciência acaba por acompanhar as revelações e mostrar-nos o que podia ter feito. É um personagem perturbante, mas ao mesmo tempo queremos saber o que lhe irá acontecer. 

 

"A vaidade é infinita e as mulheres são sensíveis perante um homem que diz amá-las e estar disposto a morrer por elas. O seu ego envaidece-se."

 

"...apercebi-me de que nada me provocava dor, ou pelo menos esse tipo de dor que uma pessoa acha que os outros sentem quando estão prestes a perder a mãe."

 

"As más pessoas procuram sempre uma desculpa para justificarem aquilo que são."

 

O retrato dos tempos actuais onde a publicidade domina o consumo das massas. Os jogos de interesses para o enriquecimento fácil. Os casamentos de aparências para manipular a impressa. A violência doméstica e emocional. As mulheres fortes capazes de tomar decisões em busca de felicidade, mas sobretudo as outras, as mulheres maltratadas estão muito presente neste romance. Desde a figura materna, amantes, namoradas e companheiras. 

 

Várias reviravoltas não permitem que seja uma história enfadonha. Todas as relações pessoais e profissionais do Thomas acabam por cativar e estamos permanentemente a torcer que exista um momento crucial e que ele acabe por ter um gesto de amor. Há uma enorme carência de afecto disfarçada de maldade. Gostei do final dado ao pior dos canalhas. E com isto não estou a dizer que houve justiça em relação a tudo o que ele faz ao longo da sua vida. Precisam de ler!

 

Vivi várias emoções com esta história, uma carga pesada e insuportável em alguns momentos. Um livro que aborda diversos assuntos necessários e toca nas feridas dos tempos modernos. Explora a maldade com profundidade numa narrativa cativante e fluida. 

 

Não espere um romance fácil, este livro contém personagens detestáveis.