NIGÉRIA | Fica Comigo, Ayòbámi Adébáyò

Editora Elsinore
Data de lançamento Outubro 2018
Estava entusiasmada com este livro. Tinha ouvido críticas muito positivas, o livro foi finalista de um prémio literário, e o preferido de algumas pessoas em 2018. Quase acreditei que estava perante um dos meus livros preferidos de 2019 ao fim de cerca de 100 páginas. Mas falei cedo demais. E de agora em diante, não deito os foguetes tão cedo. Passo a explicar.
O livro começa com muita força, uma protagonista carismática, como eu gosto. Nigéria, anos 80, na primeira cena Yejide está a conhecer a segunda mulher do seu marido Akin. Eles são casados, como ela não consegue engravidar, a sogra acha por bem arranjar uma segunda esposa para o filho. Tradições muito comuns naquele país. É extremamente importante procriar, por isso, é comum os homens terem mais do que uma mulher. Só que a Yemeji não fazia ideia que o marido teria arranjado outra esposa. Imaginem o choque daquela mulher.
Depois desta cena o drama não pára até ao fim. Porrada literária. Cheguei a sentir a barriga fria, as pernas geladas. Verdade. É raro acontecer com um livro, mas tem cenas tão emotivas e chocantes que o meu corpo respondeu desta forma.
A experiência de leitura foi positiva e recomendo a compra urgente e a leitura imediata, mas eu tive problemas com o final deste livro. O final não me pareceu coerente com o resto da história. Mas a autora perdeu-me quando exagerou no drama. Não acreditei, achei forçado. Porém, possível.
Outra coisa que me agradou neste livro foi a descrição da situação política do país e a forma como os nigerianos viveram aquele período de conflito.
O papel da mulher, a pressão da sociedade para que ela gere vidas.  A maternidade como um sufoco encantador. A loucura como refúgio para acreditar na mentira. A dor de uma mentira embrulhada em dezenas de mentiras. As famílias que podem ser as tuas melhores amigas ou piores inimigas. As diferenças abismais de uma cultura distante, no entanto com pequenas semelhanças assustadoras.
Livro impecável sobre a cultura nigeriana. Ideal para conhecer realidades diferentes e desesperadoras. Suspiros de alívio por ter nascido em Portugal.
Super recomendo. De olhos fechados. Um dos melhores livros lidos para o projeto Do Quarto para o Mundo.

Faltam 184 países 184 escritoras para concluir este projecto.

Três palavras para este livro:

– Infertilidade

– Traição

– Pressão social

 

A lista completa AQUI

 


Pode também gostar de...

3 comentários

  1. Fiquei contente de saber que, tal como eu, também estás a ler um livro de cada país do mundo. Estou um bocado atrasada com os meus posts no blog…mas brevemente vou atualizá-los. Talvez pudessemos trocar ideia se livros.boas leituras…beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *