Publicado em 2 comentários

“A Substância do Mal” | Luca D’Andrea

IMG_20170323_080236_HDR.jpg

 

Suspeitei estar perante um thriller arrebatador. Daqueles em que uma pessoa fica várias vezes de boca aberta sem saber muito bem o que pensar. 

 

Jeremiah, um jovem cineasta muito dedicado e perfeccionista. Ele e o seu amigo acabam por fazer muito sucesso com o lançamento de um documentário. Esta parte é espectacular, o processo de filmagens, a fama. Tudo muda quando Jeremiah encontra a sua cara metade e resolve construir uma família. Os tempos de fama já lá vão até ao dia em que ele se muda com a família para uma pequena vila situada nas montanhas do Sul do Tirol. Eventualmente ouve falar numa tragédia chamada pelos populares como “massacre Bletterbach” . Ninguém sabe quem é o assassino, ninguém quer falar sobre o assunto. Isto é o suficiente para nascer em Jeremiah a vontade de ir até ao local do crime e quem sabe resolver o caso. 

 

Li um bocadinho durante a hora de almoço e não voltei a repetir. Tem passagens sangrentas, capazes de revoltar os estômagos mais sensíveis. Fico facilmente impressionada com descrições deste género. Optei por ler o livro antes de dormir e não tive pesadelos. E costumo sonhar com os livros que mais mexem comigo. Nem precisam de ser thrillers. A leitura é daquelas super rápidas, o ritmo é alucinante e estamos sempre com curiosidade em relação ao desfecho. Parecia que estava a ver um filme. Parecia que estava nas montanhas frias. A escrita é muito cinematográfica e envolvente. 

 

O ponto forte desta história é o ambiente retratado. Muito realista e necessário para cativar o leitor e manter o mistério permanente. As montanhas acabam por roubar algum protagonismo às personagens e aumentar a carga dramática. Com o decorrer da história, quantas mais eram as mentiras, menor era o meu entusiasmo. Gostei bastante de algumas cenas, mas no geral o livro que mexeu pouco com o meu lado emocional. Não roí as unhas, não ficava a pensar na história quando pousava o livro. 

 

O autor italiano Luca D´Andrea está a ser comparado aos grandes Stephen King e Jo Nesbo. Os direitos já foram vendidos a trinta países. 

2 comentários em ““A Substância do Mal” | Luca D’Andrea

  1. Pela tua opinião até gostei do livro 🙂 Estou com falta de ler um daqueles livros que “devoramos” num instante porque não conseguimos parar!
    Beijinhos

  2. Eu gostei dele, mas não foi aquele livro que “devoramos” feitas doidas até descobrir tudo. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.