Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amulherqueamalivros

Sex | 17.11.17

AGRADECIMENTOS E OUTROS BRINDES

Cláudia Oliveira

17883923_738369239676988_8420532579392143332_n.png

 

Mais um aniversário.

 

Agradeço a companhia, as palavras que circulam e nos ligam através de uma linha invisível. Extremamente grata por ver um blog dedicado à literatura crescer com novos leitores e acrescentar na vida de alguns. Sobretudo às pessoas que se instalaram na minha vida para a melhorar os meus dias. Sem esquecer quem passa e no silêncio continua a passar.

 

Sempre me disseram que os livros não suscitavam interesse por parte do público, não podia com um blog atravessar limites ou dar azo à criatividade. Ler e escrever sobre livros é tão monótono, repetem as vozes. Basta ler e escrever. Ler e escrever. Foi totalmente o oposto. Foi um ano cheio de tanto que precisei muitas vezes de parar, respirar fundo e pensar: isto está a acontecer? Está.

 

Os livros podem transformar e trazer o que só o conhecimento traz. São a base para uma sociedade informada, qualificada, determinada e disposta a debater ideias.  Melhor, portanto. Eu acredito no poder da literatura.

 

Posso garantir a minha contínua satisfação com tudo o que faço no blog e no respetivo canal. Posso garantir o meu enorme entusiasmo diário com todo o conteúdo que produzo e aprendo. Adoro cada momento que dedico aos meus textos e vídeos. Adoro cada e-mail ou mensagem onde me dizem: comecei a ler por causa de ti. Obrigada.

 

Este ano tive direito à evolução, aos méritos e aos resultados que pretendia. Este ano foi um ou dois degraus no caminho que pretendo continuar a percorrer e quero chegar. Assumidamente quero trabalhar para os livros, pela literatura. Sendo necessário um desempenho de coração e alma. Dedicação e muito trabalho. 

 

No próximo ano pretendo focar-me no trabalho e no estudo de forma a garantir qualidade e crescimento pessoal e profissional. Na verdade, levo este trabalho muito a sério e não me lembro quando deixou de ser uma brincadeira por amor aos livros. Não é. Tenho a sorte de trabalhar neste projeto enquanto transmito o amor e respeito pelos livros e escritores.

 

Há uma enorme tendência em enaltecer a literatura portuguesa e trabalhar no sentido de divulgar mais. Tapar uma frecha a nível da publicidade e marketing em relação aos nossos. Recuperar os clássicos e leitores. Criar novas formas de viver a literatura. Vamos, caros leitores. Não vamos deixar os livros morrerem no ruído dos tempos modernos.

 

Estou extremamente confiante num futuro com mais leitores e novos escritores. Obrigada também às editoras que apostaram na ligação e partilha. Sem esquecer, obrigada à Sapo que me acolhe desde sempre com muito carinho e me inspira permanentemente.  

 

share_256_171117134202.png

 

goodreads twitter instagram facebook 

 

24 comentários

Comentar post

Pág. 1/2