Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amulherqueamalivros

Seg | 08.08.16

Apenas Miúdos | Patti Smith

Cláudia Oliveira

IMG_2067.JPG

No Goodreads  

Minha pontuação 3*

 

A Patti Smith prometeu escrever a história dela e do fotografo Robert Mapplethorpe e cumpriu. Eles conheceram-se na década de 60 e nunca mais se largaram. Este livro é um livro de memórias de uma época onde a arte borbulhava por todos os lados com Nova Iorque como pano de fundo. Rock in Roll, poesia, fotografia, arte pelas palavras profundas da Patti Smith. 

 

Sou fascinada por filmes e livros onde a música está presente. Achei bastante interessante algumas partes sobre a amizade da Patti e do Robert. No entanto, este livro não foi nada do que estava à espera. Estava com algumas expectativas e não foram correspondidas. Pelos vistos só aconteceu comigo porque o livro tem criticas excelentes.  

 

Entre eles, havia um enorme respeito e ajuda mutua. Era notória a cumplicidade. Funcionavam muito bem como equipa.

 

"Se o Robert tomasse uma droga, eu tinha de estar presente e consciente. Se eu fosse abaixo, ele tinha de estar em cima. Se um estivesse doente, o outro tinha de estar sadio."

 

E as dificuldades que eles passaram? Imensas, de cortar o coração. O que eles fizeram pela arte foi amor. Isso foi incrível. Gostei imenso das referências literárias que a Patti faz ao longo de todo o livro. Servidão Humana é mencionado assim como vários outros títulos. A escrita é bastante poética e doce. Apesar da minha experiência de leitura não ter sido fantástica vou ler o seu outro romance. Ouvi dizer que tem mais indicações dos livros que ela gosta. 

 

Patti teve uma vida cheia de vida e pessoas fabulosas dedicadas à arte.  Este livro é um retrato fiel de uma amizade verdadeira e amor à arte. 

3 comentários

Comentar post