Publicado em 2 comentários

“Até Ao Fim do Mundo” de Maria Semple – Impressões às primeiras cem páginas

Devido às críticas positivas decidi escolher este livro para ler. Para além disso, tem uma capa maravilhosa. Estou a ler no Kobo. 

A história é sobre uma família constituída por Bernadette, uma arquitecta famosa, o seu marido Elgin, fenómeno da Microsoft e a sua filha Bee, uma menina sobredotada com quinze anos. Quando Bee passa de ano com sucesso, pede como recompensa uma viagem à Antárctida. Bernadette desaparecer, Bee vai à procurar dos motivos do desaparecimento da sua mãe. Reúne todos os e-mails, notas, bilhetes que estão relacionados com a sua mãe de alguma forma. É desta forma que a historia vai ser contada.

Só depois de ler cem páginas criei uma ligação com as personagens. A Bernadette é uma personagem peculiar, anti-social e o principal foco desta história. Tem passagens divertidas alinhadas à personalidade dela assim como de toda a família. Não sei o que esperar do resto da história nem faço a mais pequena ideia do caminho que a autora vai dar aos personagens. Agrada-me. A escrita é concisa. Só acho estranho este livro ser considerado um dos melhores dez livros do ano, como “vende” a capa. Acho um exagero, sinceramente. 

No final do mês volto a falar no romance no vídeo de resumo das leituras feitas em Fevereiro. 

2 comentários em ““Até Ao Fim do Mundo” de Maria Semple – Impressões às primeiras cem páginas

  1. Estou com muita curiosidade para saber a tua opinião porque tenho ouvido muitas opiniões contraditórias, mais nos canais e blogs estrangeiros do que nos brasileiros e portugueses. Beijos e boas leituras

  2. Pelo menos vem mt bem recomendado! O J.Franzen é exelente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.