Comprar livro

 

Editora Porto Editora

 

Lançamento Outubro 2018

 

 

Tenho de elogiar uma capa bonita. Este é um exemplo de uma capa muito apelativa a nível visual. Depois, o marketing espectacular da Porto Editora. Para além da figura linda da autora australiana que transmite bastante a sua personalidade. Tem Instagram, pode ver AQUI, ela fez um vídeo muito simpático para os seus leitores que vou deixar no final do texto, se quiser ver e ouvir.

 

 

Holly Ringland cresceu no jardim tropical, no norte da Austrália. Quando tinha nove anos, a sua família viveu numa caravana durante dois anos, viajando de parque em parque natural, na América do Norte. Essa experiência despertou na escritora o interesse pelas culturas e histórias dos lugares. Este romance é fruto dessa paixão pela natureza.

 

 

Alice Hart é a protagonista desta história, sendo um romance de formação, conhecemos a sua história desde a infância à fase adulta. Ela vive com a mãe grávida e o pai, numa quinta, com um belo jardim. O pai é um homem agressivo, bate na mulher e não as deixa sair da quinta. Excepto em dias de consultas médicas. Esta parte foi a minha preferida, mistura uma enorme ingenuidade com  momentos de grande tensão e crueldade.  A pequena Alice tem um cão e é a sua única companhia. Uma relação tão fofa. Um dia, ela decide sair da quinta contrariando as regras do pai, e encontra uma biblioteca. Para além de amar a natureza, Alice adora ler no seu quarto. Um dia, depois de um grande acidente, a sua vida muda. E mais não digo. É surpresa atrás de surpresa, até ao fim.

 

 

O que me encantou neste romance foi o mundo colorido que a autora criou. Consegue através das palavras certas criar a atmosfera do ambiente vivido pelas personagens. É bastante colorido, florido e faz da nossa imaginação um mundo quase máagico, sempre envolto em tristeza e melancolia. Gostei muito dos pormenores deste livro, especialmente do facto de cada capitulo apresentar uma flor, o seu significado e uma introdução das suas características.

 

 

Conforme o romance avança, na fase adulta da Alice, existiram algumas coisas que me desagradaram. Algumas atitudes dela irritaram-me, mas reflectindo de cabeça fria, depois de uns dias da leitura finalizada, acho que faz algum sentido. É coerente com a infância que ela teve. Para além da querida Alice, também temos direito a personagens detestáveis, mentiras estúpidas e revelações que senti muito forçadas. É um livro sobre as feridas da vida, mostrando que não transformam a essência das pessoas, pelo contrário, dá-lhes mais garra e coragem.

 

 

No geral, gostei, é um livro para emocionar os mais sensíveis. A escrita da Holly é encantadora e mágica.  Um retrato de Austrália tal como imaginei. Recomendo.

 

 

Faltam 190 países 190 escritoras para concluir este projecto.

 

 

 

 

 

Três palavras para este livro:

 

– Coragem

 

– Melancolia

 

– Beleza

 

 

 

Para ver a lista completa dos livros para o projecto Do Quarto para o Mundo clica AQUI