Publicado em 12 comentários

Capítulo II | diário da minha tentativa de ter uma vida saudável

O primeiro fim de semana sem açúcar. Consegui. Fiz um pão/bolo de banana sem açúcar. Consegui passear com a família e não comer nada com açúcar. Se custou? Um bocadinho, admito.

Hoje está a ser mais complicado. Parece que o meu corpo está a pedir por comida. Eu tenho comido imenso! De duas em duas horas. Só comida saudável. Trouxe um batido de morango e um pedaço de pão/bolo de banana sem açúcar. Já antes tinha comido papas de aveia. Senti-me saciada durante toda a manhã. Agora, depois de almoço e de um prato cheio de massa e feijão, sinto fome. Fui buscar a minha lancheira e comi melancia, sementes de chia e queijo fresco. Continuo com fome. Acho impossível com a quantidade de comida que ingeri, mas o estômago diz que não. 

Cinco dias sem açúcar refinado. Estou de parabéns. Não estou a fazer  isto por capricho, estou a fazer isto porque quero sentir-me saudável e cheia de energia. Era para começar a fazer exercício hoje, mas não vai dar, tenho muitas tarefas domésticas pendentes. Uma montanha de roupa para passar. Quando as coisas estiverem mais calmas. Já tenho o plano e sinto-me super motivada. 

Hoje estou a pensar fazer Pudim de Leite Proteico. Tem tão bom aspecto, não tem?

 

12 comentários em “Capítulo II | diário da minha tentativa de ter uma vida saudável

  1. Curioso o teu post, é que eu desde há uns tempos que um a dois dias por semana não como nada que contenha adição de açucar.Não notei alteração na fome porque por norma já como de duas em duas horas.
    Mas nesses dias os iogurtes são naturais sem açucar, o chá verde não leva agave, e nada de bolachas. A maior alteração que senti foi a barriga muito mais lisa! Também fiz bolo de banana, mas tive que por um pouquito de açucar amarelo a pedido do meu marido goluso!!!

  2. Custa sempre, é certo.
    Eu tento comer de 3 em 3 horas, mas nem sempre o consigo fazer.
    Uma coisa que sempre fiz é nunca ficar com fome. Claro que temos de saber separar a fome de vontade de comer… mas como até saber que não tenho fome, e é para aguentar bem o tempo até chegar a refeição seguinte. Mas muita comida saudável não deixa a barriga muito confortável, isso é certinho!

  3. Parabéns! Estás mesmo a fundo, muito bem.
    Acho mal a parte do açúcar fazes bolos tão bons… ah ah

  4. Qual foi a receita do bolo que fizeste? Tens aí à mão? 🙂
    Uma vez bebi tanto chá verde que acabei por me sentir mal. Não posso. Mas a barriga lisa é uma consequência, adorooooooooo.

  5. Será uma questão de hábito? Uma hora depois a fome passou. Não entendo. 😀

  6. Um por mês não faz mal, mas antes eram quatro ou cinco por mês. Acabou-se. 😀

  7. É possivel.
    Eu quando comecei sentia fome, porque reduzia muito na quantidade, aumentei ba quantidade de alimentos e resultou na mesma…

  8. A receita que uso é muito simples, 50ml de leite, 2 ovos, 100grs de açucar, 100 grs de manteiga derretida, 2 bananas maduras, 1 colher de chá de fermento e 250grs de farinha. Batem-se todos os ingredientes no liquidificador excepto a farinha e o fermento que se junta no fim sem bater. Eu só coloco 3 colheres de sopa de açucar amarelo. . Em relação ao chá não bebo mais que uma chávena por dia de cada! Tipo uma de verde, uma de olong, outra de roiboos! Não bebo sempre o mesmo, aborrece-me!

  9. Muitos parabéns!! No início acho que sentes fome porque o corpo pede um docinho, está viciado. Mas ao fim de alguns dias apercebeste que é tudo uma questão de hábito 😉

    Se quiseres algumas sugestões:
    http://happyandhealthy.blogs.sapo.pt/

  10. Devo fazer esta receita este fim de semana. Será que fica muito mais sem açúcar? Se eu meter mel, será que fica bom, vou experimentar?
    Nunca vi chá de olong, 😀 Nem sei o que é.
    Obrigada 🙂

  11. Chá oolong é um chá muito consumido na china, é bem aromático! Só costumo encontrar no El corte inglés na zona da comida asiática! Pessoalmente é dos meus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.