DIÁRIO DA LEITORA | ANTES DE PARIS

 

 

Ando numa ânsia de fazer check in. Paris espera-me. Como eu a espero há cerca de dez anos. O Mundo está à nossa disposição e podíamos usufruir mais. Será a primeira viagem de muitas. Abre uma janela imensa para nunca mais fechar. Sem colocar ainda o pé fora de Portugal sinto aquilo a que chamam o “bichinho do viajante”. Como o bichinho da leitura e da escrita. Percorre o sangue e deixa um entusiasmo, uma adrenalina. 

IMG_20170613_185054_HDR.jpg

 

No meu caderno bonito dedicado especialmente à cidade, anoto os filmes e os livros que pretendo ver e ler. Também já fiz a extensa lista do que pretendo conhecer. Espero que cinco dias sejam suficientes (ou insuficientes, para regressar). A mala ainda não está feita. Só separei o pijama. Em casa visto qualquer coisa, fora temos de combinar as peças. Não pensei no guarda roupa, sinceramente não é algo que me preocupe. Os livros, levo o Victor Hugo e as leituras em andamento de forma a terminar. Ainda não descarreguei o telemóvel, mas é obrigatório. Quero tirar muitas fotos. Também quero olhar e ver. Olhar e sentir. 

 

Ontem estive a ver os vídeos de um Youtuber. Pagou 1.50€ para ir à casa de banho, mostrou como se compra o bilhete, contou um pouco da história do Moulin Rouge. Avisou que ali quase ninguém fala inglês. Portanto, estou tramada. Mímica, sou óptima. Já imprimi vários mapas. Estou a torcer para não ficar sem bateria no telemóvel durante os passeios. Nem ser assaltada. Nos vídeos da Youtuber um casal de visitantes é assaltado no metro. Já estou a pensar no plano B. 

 

Revi “Corcunda de Notre Dame”, o filme da Disney. Já não me lembrava como gosto da música “Longe do Mundo”, da Sara Tavares. Estive a ver “Fim de Semana em Paris” e gostei bastante. Este filme tem vários planos da cidade, lugares lindos. Tem o clima certo. Comecei a ver “2 Dias em Paris” e também estou a gostar muito. Preciso de terminar. Existem diversas sugestões cinematográficas ligadas à cidade. Um dos meus preferidos é “Meia Noite em Paris”. Tenho muita curiosidade em relação ao filme da Isabelle Huppert (“Um Amor em Paris”). Gosto imenso de cinema francês. Isso é outra conversa. Deixo duas dicas: Un Heureux Événement (“Um Feliz Evento”) e  Amour (Amor). Não encontro o nome do filme que mais me impressionou. Adorava rever. 

 

 

Vou fazer um diário de viagem no meu caderno.  Trago mais noticias quando regressar. Até lá estou de férias. Este blog também. Sem pressas. Com uma alegria imensa por estar viva e poder aproveitar cada momento com saúde. É a primeira vez num avião, num aeroporto. Frio na barriga. Adoro a sensação da novidade, do desafio e esta sede de vida que não se esgota. Esperam-me dias intensos. E uma experiência inigualável. 

 

 

IMG_20170612_212348_HDR.jpg

 

Pode também gostar de...

18 comentários

  1. Boa viagem Cláudia 🙂 vai correr tudo bem! Cinco dias é bom – estive cinco dias das duas vezes que fui. Repeti muita coisa, por ter ido com companhia diferente, mas é bom. Só te recomendo que não vás atafulhada de livros – vais ver que há tanta coisa para fazer e ver, e no final do dia estarás tão cansada, que não vais terminar nenhum!

    Assaltado no metro qualquer um é até em Lisboa. E no eléctrico 28? Ui! Leva mapas, arranja um mapa com estações de metro que diga monumentos, ajuda. Há um metro em cada esquina. De nenhuma das vezes me lembro de pagar para ir a um wc… quiçá em estações de comboio? (em Amesterdão sim, até no McDonalds pagas para ir). Os bilhetes são simples, podes comprar logo carnets de 10 bilhetes e tens um ligeiro desconto (acho), mas ir a pé é o melhor. É tudo tão plano!

  2. Muito boa viagem =)

    Não conheço Paris e adorava conhecer.

    Deixa depois dicas, onde ficaste, em que hotel, zona de Paris, e dicas que é sempre valioso na altura de planear viagens =)

    Um beijinho

  3. A primeira vez que andei de aviao tinha 16 anos e foi em 1973! Tive medo,mas nunca mais parei de viajar.
    A minha filha começou a viajar com 9 anos…e tambem nunca mais parou – agora tem 26 anos.
    E um dos grandes prazeres da vida – viajar!
    A Paris ja fui 6 ou 7 vezes.
    Da ultima vez que la estive achei a cidade muito suja e mal frequentada. Muito diferente de outros tempos.
    Se puderes vai ao museu de L’Orangerie. Vale a pena!
    Paris sera sempre Paris!
    Boa viagem!

  4. Tenho tantas saudades de sentir esse friozinho na barriga!
    Agora, já não o tenho, porque é impossível tirar férias que não sejam para viajar… de volta a casa!
    Acho que vou voltar a senti-lo quando regressar a Portugal definitivamente!!! E depois voltarei de certeza a viajar. Quero muito conhecer mais cidades europeias e rever Paris e Bruxelas.

    Boa viagem, Cláudia!

  5. Boas férias!
    Estive uma semana em Paris em 2013…aconselho-te se conseguires a visitares o Palácio de Versalhes.
    Eterno Sonhador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.