Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amulherqueamalivros

Seg | 21.09.15

Dlog #141 | Ponto da situação

Cláudia Oliveira

Jane Eyre ameaça tirar Lolita do primeiro lugar do Clube dos Clássicos Vivos. Está por um voto de diferença. Tudo pode acontecer até dia 25 de Setembro.

 

Acabei de ler Um Estranho Amor, da escritora Elena Ferrante. Gostei bastante. Uma relação de amor e ódio entre mãe e filha. Um pai agressivo e mal amado. Uma história visceral. Emocionei-me em alguns momentos e fiquei completamente rendida à narrativa. Quatro estrelas, uma escritora super recomendada. 

 

Finalmente descobri a diferença entre autor e escritor. Autor é dono de ideias mas não tem nenhum livro publicado. Por exemplo, eu sou a autora deste blog. Um escritor tem livros publicados. Foi a forma mais simples que encontrei de explicar. Sempre a aprender. 

4,90€ na Wook

 

Comecei a ler A Casa de Papel do escritor Carlos María Domínguez. Um livro sobre amor aos livros. Um tema da minha preferência. Olhem só este pedaço da sinopse: Os livros mudam o destino das pessoas: Hemingway incutiu em muitos o seu famoso espírito aventureiro; os intrépidos mosqueteiros de Dumas abalaram as vidas emocionais de um sem-número de leitores; Demian, de Hermann Hesse, apresentou o hinduísmo a milhares de jovens; muitos outros foram arrancados às malhas do suicídio por um vulgar livro de cozinha. Bluma Lennon foi uma das vítimas da Literatura.

 

Não toquei no livro Os Reinos do Caos, do George RR Martin. 

 

10 comentários

Comentar post