Publicado em Deixe um comentário

Dlog #33 | Paixão lusa

Se pudesse descrever numa palavra o que sinto ao ler Afonso Cruz podia usar a palavra “fascinada”. Este livro é triste e incrivelmente bonito. A minha zona de conforto e de bem estar. É o meu escritor português preferido depois de Saramago. Conquistou-me, estou perdidamente apaixonada por ele. Faz dois anos. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.