Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

amulherqueamalivros

Banner billboard da campanha 50% desconto desenvolvimento pessoal
Qua | 08.07.15

Do livro Dias Felizes, de Raphael Montes

Cláudia Oliveira

 

“Eu te amo, Clarice.”
Logo depois, ele se arrependeu de ter dito aquilo. Não é bom confessar a uma mulher que se está apaixonado por ela. Isso costuma espantá-las. Durante todo o tempo, ele mantivera o controle em relação a Clarice. Havia adotado um tom racional ou irônico. Agora, no entanto, tinha sido desconcertantemente sincero: a declaração subira à garganta, ansiosa por ser dita e repetida.
“Eu te amo… Por favor, pense bem.”