Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amulherqueamalivros

Banner billboard da campanha 50% desconto desenvolvimento pessoal
Qua | 07.11.18

ESCÓCIA | Como Ser uma e Outra, Ali Smith

Cláudia Oliveira

IMG_20181102_101548_159_2.jpg

 

 

Comprar livro

Editora Elsinore

Lançamento Outubro 2017

 

 

Andava para ler esta autora há muito tempo. Hoje pergunto-me porque demorei tanto. Com três livros na estante, foi preciso começar o projeto Do Quarto para o Mundo para pegar num livro de Ali Smith. Que surpresa fantástica!

 

Este livro tem duas histórias distintas. Adorei a primeira, mas senti-me perdida na segunda. Acho que estava demasiado agarrada à história da George para começar outra. A George perdeu a sua mãe, vive com o pai e o irmão. Visitamos a sua memória, com diálogos formidáveis entre ela e a mãe. Passamos a sentir a ausência e as saudades da George. Entre desentendimentos, revelações e muita empatia, a realidade com que Ali Smith dispõe a história das duas é impressionante. Na segunda parte, não gostei tanto (nem entendi perfeitamente) a história de uma rapariga, o alter ego de um pintor muito famoso. No entanto, valeu toda a experiência. Uma história, completa a outra. 

 

"A arte e o amor são uma questão de boas abertas em cinábrio, de preto e vermelho transformados em veludo por persistente moagem, de entendimento de cores que beneficiam da suave fricção entre si: o mínimo que a prática fará é tornar engenhoso quem a ela se dedique..."

 

Diz que Ali Smith é herdeira da voz literária de Vírginia Woolf. Eu senti nunces da fantástica Vírginia na narrativa da Ali Smith. Como gosto muito da primeira, fique contente com essa caracteristica. Acho que estou perante uma escritora igualmente inovadora e com um mundo vasto por explorar. 

 

Escócia ficou bastante bem representada com esta escritora. Pretendo ler seguramente os outros livros que estão cá em casa. Recomendo, um livro com diálogos fantásticos, de uma enorme profundidade na forma como aborda as relações. 

 

Faltam 188 países 188 escritoras para concluir este projecto. 

 

Três palavras para este livro:

- Mãe

- Arte

- Memórias

 

2 comentários

Comentar post