Uma Escuridão Bonita de Ondjaki

 

 

Sinopse

 

 

Numa das muitas noites em que falta a luz em Luanda, dois adolescentes ensaiam o seu primeiro beijo, mas este primeiro beijo precisa de muitos ensaios, de muitos momentos de aproximação e afastamento, de certezas e de inseguranças o ambiente ajuda e o pretexto surge: estão os dois na varanda da avó Dezanove, às escuras, à espera do cinema bu: um cinema que só acontece (na p. 80) quando um carro passa com a velocidade e os faróis certos para projetar sombras/imagens nas paredes brancas das casas da rua escura.

 

 

O beijo acontece mesmo, mas apenas na p. 101. Esta é uma das mais comoventes estórias do narrador infantil do Ondjaki.