Publicado em 7 comentários

Ler com um filho de seis meses

Raramente. Nos dois primeiros meses consegui. Agora não. Ele pede mais colo. Ele chora mais. Ele está mais tempo acordado. Eu tenho outras mil coisas para fazer, não fico à espera da próxima mamada sentada. Eu adoro ler, infelizmente esse prazer teve de ficar um bocado de lado devido às circunstancias da vida. Não faz mal. Tenho pena mas aguento. As prioridades mudaram, é natural. Como é que eu tenho feito para avançar no livro da Isabel Allende? Tenho adormecido o Gustavo por volta da uma e fico acordada até às três a ler. Tem funcionado. Naquelas duas horinhas leio ou vejo televisão. Sabe tão bem. Eu, no escuro, de caneca e livro na mão. Um de cada vez. Mais umas noites e termino o livro. 

7 comentários em “Ler com um filho de seis meses

  1. Como consegues levantar-te na manhã seguinte? 😐
    Gostava de conseguir isso, mas às 23h já estou a adormecer.

  2. Este texto foi escrito quando ele tinha seis meses. Agora adormeço por volta da meia noite, uma. Antes conseguia, ia dormido durante o dia. 🙂 Não ia trabalhar. Quando comecei a trabalhar a ginástica é maior para conseguir ler. Um dia tenho de explicar como faço.

  3. Certo, perdoa-me a distracção 🙂
    Eu faço um esforço para chegar mais cedo ao trabalho e aproveitar para ler enquanto isto está vazio, e fujo também ao trânsito. Ao fim do dia fico sempre tão cansada e com sono que acabo por desistir.

  4. lês no escuro? Faz mal à vista, eu tenho de ler com luz acesa, no escuro não vejo nada

  5. às vezes também me acontece.

  6. Estragas-me sempre as piadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.