Na cadeira de baloiço, vimos a curta metragem A Maior Flor do Mundo adaptada ao livro infantil escrito por José Saramago. Falei-lhe um bocadinho sobre a influência que ele teve na minha vida, dos seus livros. Com quinze meses, não entendeu nada mas escutou-me com atenção.