De todos os nomeados, este é o meu filme preferido. Aquele que eu vou torcer com todos os dedos dos pés e das mãos para vencer o Oscar , para a história andar de boca em boca e ser visto pelo mundo inteiro. Primeiro, vamos falar da realização? Amei, é feito de detalhes. A câmara está tão próxima das personagens que somos absorvidos para dentro daquela história. Planos lindos, fotografia fantástica em tons azuis e roxas. É todo um clima sensual, sujo e dramático. Não vos sei explicar, não sou critica, mas o filme encheu os meus olhos e o coração. Vamos falar na história? A humanidade precisa desta história. Precisa de ver com olhos de ver. Precisa de entender o medo de quem quer assumir o seu papel no mundo mas não consegue. Precisa parar de apontar o dedo e usar a violência em todos os momentos. Precisa de deixar que o amor chegue a todos. Este filme entra directamente para os meus preferidos deste ano sem nenhuma dificuldade em relação aos seus concorrentes. E na noite dos Oscars, lá estarei eu, a torcer. A esperança é a última a morrer, não é verdade? Eu tenho tendência para amar dramas,com famílias disfuncionais. Conflitos, silêncios e pouca explicação por parte das personagens. Este filme tem tudo aquilo que mais gosto: profundidade. Vejam, o cinema chama por vós.