Christopher Paolini regressa ao fim de oito anos depois de terminar a mais famosa saga de dragões do século. A primeira história que eu li com dragões. E foi exatamente com o seu livro Eragon que eu me apaixonei por eles. 

 

 

O novo livro chega a 3 de janeiro de 2019, dois dias após o lançamento no mercado nrote-americano. Ansiosos? Eu estou! Depois de “Eragon”, “Eldest”, “Brisingr” e “Herança”, não precisamos de esperar mais. 

 

 

 

O Fantástico é o género literário escolhido para fechar o ano editorial 2018 nos EUA e para abrir o de 2019 em Portugal, e logo com um ‘peso pesado’: “O Garfo, a Bruxa e o Dragão – Histórias de Alagaësia”, de Christopher Paolini. O que acham do título? E da capa? Adoro!

 

 

O autor de “Eragon” (2003), “Eldest” (2005), “Brisingr” (2008) e “Herança” (2011) regressa: juntos, os quatro livros do Ciclo da Herança venderam mais de 25 milhões de exemplares em mais de 40 países.

 

 

Sinopse

 

Um viajante e uma criança amaldiçoada. Feitiços e Magia. E dragões, é claro…

 

 

 

Bem-vindos, novamente, ao mundo de Alagaësia. Já passou um ano desde que Eragon partiu em busca do lugar perfeito para treinar uma nova geração de Cavaleiros do Dragão. Agora, debate-se com as inúmeras tarefas que tem pela frente: construir a Fortaleza do Dragão, entender-se com os fornecedores, cuidar dos ovos de dragão e lidar com os aguerridos Urgals e os arrogantes elfos. Isto até ao momento em que uma visão dos Eldunarí, visitantes inesperados, e uma lenda Urgal trazem uma necessária distração e um novo desafio…. Neste volume – o primeiro de três – os leitores encontrarão três histórias originais que decorrem em Alagaësia, a par com o desenrolar da aventura de Eragon. E ainda um excerto das Memórias da inesquecível bruxa e adivinha Angela, a herbalista, escrito por Angela Paolini, irmã do autor e a mulher que serviu de inspiração à personagem!

 

 

 

Sobre o autor

 

 

 

Christopher Paolini nasceu no Sul da Califórnia e viveu a maior parte da sua vida em Paradise Valley, no estado de Montana, com os pais e a irmã mais nova, Angela. Foi a sua paixão pela fantasia e a beleza natural do Montana que inspiraram o fantástico cenário de “Eragon”, o primeiro livro do Ciclo da Herança. Tinha quinze anos quando escreveu a primeira versão de Eragon, que acabou por ser publicado em 2003, transformando-se de imediato num sucesso mundial. Seguiu-se “Eldest”, o segundo capítulo do Ciclo que acompanha “Eragon” e o dragão Saphira, e depois “Brisingr” e “Herança”. Artista talentoso, Christopher desenhou também as ilustrações dos livros. Nos seus tempos livres gosta de afiar facas, entreter-se com videojogos, levantar coisas pesadas, e procurar exemplares perfeitos de cadernos com capa em pele.

 

 

 

Site: paolini.net | Twitter: @paolini | Facebook: @PaoliniOfficial | Instagram: @christopher_paolini