Publicado em Deixe um comentário

APROVEITA A CAMPANHA

Fui convidada pela Guerra e Paz para promover um lançamento.

O livro foi considerado um dos melhores livros do ano em Inglaterra. O que tem este livro de especial? O seguinte: durante um ano a blogger Titania McGrath, activista online e poetisa interseccional, combateu a desigualdade social declamando poesia slam aos sem-abrigo, expôs as vergonhas do patriarcado nos seus tuítes e blog . Mas na verdade, Titania é um homem, uma criação do comediante Andrew Doyle que usou a personagem para mostrar que estamos a transformar lutas importantes em algo demasiado banal. E isso tornou-se em assunto em todas as redes sociais. Foi uma revelação bombástica. Titania é nada mais, nada menos, do que uma sátira em relação ao fundamentalismo. Pois a única forma de desconstruir o perigo do radicalismo  é a sátira.

Esta campanha oferece-te um livro na compra de WOKE, de Titania McGrath e 10% de desconto.

Para comprares o livro através do projecto A Mulher que Ama Livros só tens de clicar aqui e escrever nas notas amulherqueamalivros. Caso a campanha corra bem, eles vão voltar a convidar-me para mais iniciativas. Espero que seja um sucesso!

Entretanto estou a ler o livro e estou a gostar, concordo com muitas verdades de Titania. Sei que vais gostar pelo humor, pela critica e originalidade. Se concordam com o facto de alguns posicionamentos diminuírem a importância de determinadas lutas devido ao extremismo ou fundamentalismo com que as defendem. Se gostas de livros que te traga uma nova perspectiva em relação a assuntos como veganismo, racismo, feminismo, machismo, entre outros este livro é para ti.

Algumas frases:

“Qualquer pessoa pode ser uma ativista. Só tens de adicionar uma bandeira arco-íris no teu perfil do Facebook…”

“Amamentaram-se durante os primeira seis meses de vida.A minha mãe nem se apercebeu que eu era vegana?”

“Só alcançaremos a verdadeira igualdade quando as mulheres forem mais valorizadas do que os homens.”

Para comprares o livro através do projecto A Mulher que Ama Livros só tens de clicar aqui e escrever nas notas amulherqueamalivros. Caso a campanha corra bem, eles vão voltar a convidar-me para mais iniciativas. Espero que seja um sucesso!

Aproveita a campanha AQUI e não te esqueças de meter nas notas “amulherqueamalivros”. Obrigada!

Comprar livro: Guerra e Paz

Publicado em Deixe um comentário

PROMOÇÃO: 10 NOVIDADES LITERÁRIAS QUE VALEM A PENA

mw-1000x1300

Se Com Pétalas ou Ossos, João Reis (comprar livro)

Klara e o Sol, Kazuo Ishiguro (comprar livro)

A Danças das Estrelas, Emma Donoghue (comprar livro)

Uma Hora de Vida, M.J. Arlidge (comprar livro)

Burnout, Emily Nagoski (comprar livro)

O Silêncio, Don DeLillo (comprar livro)

A Árvore das Palavras, Teolinda Gersão (comprar livro)

O Oposto de Sempre, Justin A. Reynolds (comprar livro)

Primeira Pessoa do Singular, Ana Araújo (comprar livro)

Desculpa, Eve Ensler (comprar livro)

Publicado em 1 comentário

DESAFIO DE ESCRITA : convite

Olá leitor,

 

o desafio de escrita começa no dia 1 de Março e irá durar 7 dias. O desafio é muito simples. Escrever meia hora por dia. Seja num caderno, num blog, num bloco, no word ou telemóvel. É a primeira vez que o desafio irá acontecer, portanto, vou precisar de ajustar conforme o resultado.

COMO PARTICIPAR

Basta escreveres meia hora por dia e usar a #amaescrita sobre aquilo que quiseres. Também podes participar nos desafios diários. Todos os dias vou lançar um desafio diário nas histórias do meu Instagram e tu tens de escrever algo relacionado com isso.  A ideia é desenvolver a criatividade e estimular o gosto pela escrita. Preparados?

ANTES DE COMEÇAR

O primeiro desafio, antes de começares realmente o desafio, é o compromisso.  Portanto, tens de te comprometer, assim como eu, em levar este desafio muito a sério. Tens de fazer duas coisas: escolher o horário ideal e como irás escrever (caderno, agenda,computador, telemóvel)  para escreveres e determinares o teu objectivo.

Por exemplo: vou escrever meia hora por dia, no computador no período da manhã, o meu objectivo será a conclusão de um e-book.

Qual é o teu compromisso?

PREPARADO

Os desafios diários não são obrigatórios. No final, vou pedir a todos os participantes uma foto para registar no meu feed a primeira semana deste desafio. Peço que registem tudo o que vão escrevendo ao longo da semana, para no final fazermos um balanço. Recomendo uma tabela de hábito. Combinado? Vamos a isto?

Livros que eu recomendo sobre escrita

“Escrever”, Stephen King (comprar livro)

“Quem Disser o Contrário é porque tem Razão”, Mário de Carvalho (comprar livro)

“Cartas a um Jovem Poeta”, Rainer Maria Rilke (comprar livro)

mw-1080X1920

Publicado em Deixe um comentário

10 LIVROS ERÓTICOS

Lembram-se do sucesso incrível de 50 Sombras de Grey? Inclusive, eu li o primeiro. Depois vi os dois filmes no cinema. Hoje a lista é para quem quer um livro hot. Já falta uma lista deste gênero. Li pouca literatura erótica. Talvez dois clássicos da literatura erótica, mas estou com muita vontade de iniciar a trilogia de Henry Miller (já tenho o primeiro volume em casa).

Vamos então à lista. Quero que saibam que só li o único livro esgotado desta lista. Recomendo muito. Acho que é um livro icônico.

10  LIVROS ERÓTICOS

A Promessa de Gabriel, Sylvain Reynard (comprar livro)

30 Noites, Christine D´Abo (comprar livro)

Viciado no Pecado, Monica James (comprar livro)

Rendida, Sylvia Day (comprar livro)

O Senhor, EL James (comprar livro)

Fogo, Maya Banks (comprar livro)

Pede-me o Quiseres, Megan Maxwell (comprar livro)

Mais do que Querer, Shayla Black (comprar livro)

A Casa dos Budas Ditosos, Joao Ubaldo Ribeiro (esgotado)

Sexus, Henry Miller (comprar livro)

 

amor-billboard

Publicado em Deixe um comentário

A mini impressora que não precisa de tinteiro

Comprar Mini Impressora

A Peripage é a minha nova impressora. Não funciona com tinteiro e carrega através do cabo USB. Imprime através de uma aplicação do telemóvel com papel autocolante ou papel simples semelhante ao papel do multibanco. A sincronização é feita por bluetooth e super rápido. Estou completamente apaixonada!

Ideias para usares a tua PeriPage

Publicado em Deixe um comentário

Li “As Aventuras de Augie March”, de Saul Bellow

Este calhamaço de 709 páginas foi o meu primeiro contacto com a escrita de Saul Bellow. Que bela forma de começar o ano. Acabei apaixonada pela narrativa, pela construção e envolvimento do enredo.

Augie, é o narrador, confessa no inicio que nem os pais são importantes para ele, embora gostasse da sua mãe. Aliás, tive dificuldades em gostar dele, era bastante cruel na forma como explorava as relações com os outros. Contudo, identifiquei-me com ele em alguns aspectos. E ao longo da história fomos ficando mais próximos.

Ele é o o filho do meio de uma família americana que aprendeu sozinho o jogo da vida. A única pessoa que ele ouvia era a sua avó. Aliás, uma personagem muito cativante com os seus ensinamentos e muito pragmática. O epqueno Augie tinha noção das dificuldades da vida e tentou ajudar sempre a família. O pai havia abandonado aquela família, mas eles lutavam como ninguém desde cedo. Não sei se foi por causa da sua infância, acredito que sim, ele acabou por se transformar num adulto muito empático em relação aos outros, mas pouco focado em relação a si mesmo. Teve as suas oportunidades e caminhou sempre no limiar das oportunidades, muito morno em relação às suas decisões. Parece que poucas coisas tinham impacto nele. Só procurava amor nos outros.

O livro envolveu-me até ao fim. Teve momentos mais aborrecidos e outros muito interessantes. Confesso que adorei o capitulo XII e depois dele a minha relação com a história mudou. Foi preciso entrar uma carismática mulher, decidida a abortar numa altura que aborto era ilegal. Augie mostrou-se um verdadeiro amigo.

“-Porreiro para ti; talvez gostes de ser como és, mas a maioria das pessoas sofre com isso. Sofrem pelo que são, como são- Há mulheres que sofrem porque estão a ficar com rugas e os maridos não deixam de querer fazer amor com elas…”

O humor é um traço interessantíssimo da sua narrativa dramática. Um livro que conta a vida, sem floreados e que nos deixa com um certo sentimento de incômodo em relação à roda viva do mundo. Situações que também vivi, ligeiramente diferente e longe da realidade dos Estados Unidos no período da Grande Depressão, mas vivi.

Saul Bellow escreve como ninguém, é um autor que pretendo explorar novamente. Tem uma história potente, tricotada por situações com um núcleo de personagens cheias de camadas.  Aos poucos, entramos na histórias e queremos mais.

Leiam Saul Bellow, o seu livro pode ser comprado aqui

apoio-escolar-billboard