TAG – Lista de 10 Livros (ficção e não ficção) que me marcaram

O Bruno escolheu-me para fazer a lista dos dez livros que me marcaram. Sem pensar muito. Não precisam de ser grandes obras, simplesmente que tenham sido importantes de alguma forma. Antes de mais gostava de vos convidar a fazerem a vossa lista. Cá vai.

 

 

1. História Interminável de Michael Ende. Foi o livro que me fez descobrir o amor pelos livros. Para além de aumentar a minha imaginação e fazer-me ficar acordada várias horas. Acho o livro um clássico maravilhoso.

 

 

2. Intermitências da Morte de Saramago. Este livro ficou logo ali entre o primeiro e o segundo lugar dos meus preferidos de sempre quando terminei a leitura. Chorei, amei o final. Fiquei cheia vontade de abraçar o Saramago pela genialidade.

 

 

3. Jane Eyre de Charlotte Brontë. Personagem feminina forte e história intensa. Acho que é impossível não gostarem da história. Um clássico perfeito!

 

 

4. Meu Pé de Laranja Lima de José Mauro de Vasconcelos. Zézé é um menino de uma grande e pobre família. Marcou-me pela simplicidade deste personagem. Uma bela história, contada de uma forma simples e bonita.

 

 

5. Servidão Humana de Somerset Maugham. É o meu livro preferido de sempre. Philip Carey é um rapaz coxo rejeitado pela sociedade. O autor escreve tão bem mas tão bem. Adoro e tenho muita vontade de reler este livro. Infelizmente, é pouco indicado por outros leitores.

 

 

6. Bíblia. Li a Bíblia numa altura em que não tinha o meu próprio dinheiro para comprar livros. E gostei.

 

 

7. Lua de Joana de Maria Teresa Maia Gonzalez. É um livro para adolescentes. Marcou-me porque li quando era nova e o tema é bastante pesado.

 

 

8. Filhos da Droga Christiane F. Este livro enojou-me.

 

 

9. Irmãos Karamazov de Dostoievski. Tinha de ler este livro em 2013 em resposta à TAG – 12 Livros para 2013. Não consegui. A edição que eu tenho é enorme e cheia a mofo.

 

 

10. Catcher In The Rye de Salinger. Tocou-me. Emocionou-me. E fez-me pensar muito.

Pode também gostar de...

1 comentário

  1. Um dia ainda hei-de conseguir ler a Bíblia… já tentei, mas vou sempre desistindo, apesar de ser um livro para se ir lendo…
    Acabei por desistir porque não é propriamente o livro que dá para transportar para todo o lado sem pensarem que somos fanáticas ou assim 😛

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.