Publicado em Deixe um comentário

Objetivos literários para 2019

Ler três livros por mês (no mínimo)

Ou seja, o meu desafio no Goodreads será de 36 livros. Estava na dúvida se colocava apenas dois, mas vou arriscar.

 

Concluir o projeto Ler Saramago

Pois é, este ano termino de ler todos os romances do meu escritor português preferido. Vou ler A Caverna, que é o único que me falta. Também quero ler a biografia do José Saramago (já está pronta!) e começar a ler os Cadernos de Lanzarote.

 

Ler Lobo Antunes

Tenho vários títulos do autor na estante. Preciso de parar com a embirração.

 

Ler Russos

Senti falta de literatura russa em 2018. Não quero que se repita. Pretendo ler pelo menos dois livros.

 

Continuar com os clubes literários

Net Book Club, mensalmente com direct no Instagram. Clube dos Clássicos Vivos com encontros presenciais de dois em dois meses.

 

Terminar de escrever o meu livro

Parei de escrever no meio do ano, mas pretendo regressar com a rotina de escrita em 2019, no segundo semestre e concluir o meu livro (ou avançar imenso). Quero participar no NanoWrimo.

 

Ler a obra de Charles Dickens por ordem cronológica

Percebi que tenho vários livros do autor na estante. Começo com As Aventuras do Sr Pickwick, o seu primeiro romance.

 

Ler 12 livros para o projeto Do Quarto para o Mundo

Será o projeto com maior foco em 2019.

 

Repetir o LEDA (lists every in August)

Gostei tanto da experiência que pretendo repetir.

 

Realizar a 4ª edição de Ler os Nossos

Em Novembro!

Publicado em Deixe um comentário

3 Metas sustentáveis

Para 2019, decidi criar três metas sustentáveis. O nosso planeta agradece e eu quero contribuir para ele sorrir. Não podemos mudar o mundo, mas podemos contribuir com gestos para uma ligeira mudança.

 

 

Desperdício zero, sustentabilidade e minimalista sempre foram assustos que me interessaram e procuro aprender mais, seja através de documentários, artigos de revistas ou blogues. Sou sensível a questões ambientais, mas nem sempre passo à ação. Empurro muitas vezes com a barriga assuntos que não podem ser arrastados mais tempo. Nem quero arrastar. Quero fazer alguma coisa. E daí surgiu a ideia de me comprometer com três metas sustentáveis para 2019 de forma consistente.

 

 

salvo_2928934596238823374.jpg

 

 

1 meta – usar kit de higiene oral vegano

 

Andei sempre a adiar esta mudança. Na semana passada, ofereci-me um kit de higiene oral constituído por pasta, elixir e escova de dentes. A ideia é passar a usar somente produtos veganos na higiene oral. Quando estes acabarem, pretendo reutilizar estes frascos com uma receita caseira de pasta de dentes. Não faltam receitas por esta internet fora.

 

salvo_8219197230041265676.jpg

 

 

2 meta – um dia vegano por semana

 

Esta é a meta mais arrojada. Vou precisar de fazer umas receitas diferentes, meter a cabeça a funcionar, mas também não é uma coisa de outro mundo. Existem imensas partilhas veganas nas redes sociais. Desejo aprender algumas receitas e puxar pela criatividade na minha cozinha. Talvez partilhe convosco os meus dias veganos no instagram (@amulherqueamalivros.pt) .

 

salvo_1282429520796441880_2.jpg

 

 

3 meta – consumo consciente

 

Já tinha avisado que as compras literários iam sofrer uma mudança no próximo ano. Os livros é onde gasto mais dinheiro (excepto comida e fraldas). Não vou deixar de comprar livros na totalidade porque tenho um blogue sobre livros e isso não é funcional (amo ler, tenho dois clubes de leitura e preciso de conteúdo), mas quero ler os livros que comprei nos últimos anos. Já fiz a lista e tudo. Ao longo de dois anos fiz o projeto 5+1 (após cinco leituras concluídas, comprava um) e correu bem.  Passei a ter noção das compras literárias e a gerir melhor o dinheiro gasto em livros. Mudei muito a minha forma de investir na biblioteca pessoal. No próximo ano, vou comprar somente as roupas necessárias e os produtos necessários cá para casa. Ou seja, será um ano com consumo consciente a todos os níveis. O planeta está cheio de coisas.

Publicado em 4 comentários

A palavra que eu escolhi para 2019

No inicio deste ano foi assim, ler AQUI. Todos os anos escolho uma palavra para comandar o meu ano e focar todos os meus objetivos. Em 2018 quis ARRISCAR,  nos meus projetos, desenvolvimento pessoal e relações. Encaixou perfeitamente com os meus princípios e necessidades. A vida também me empurrou para caminhos desconhecidos. O adjetivo que melhor carateriza o meu ano é INTENSO. Arrisquei com fartura, dentro da minha realidade.

 

 

Como é que chego à palavra do ano?

 

Escrevo numa folha em branco os meus planos gerais. Palavras soltas, metas e desejos. Enumero as minhas falhas e o que pretendo melhorar.  Trilho uma ideia do que será o próximo ano e dos desafios que terei pela frente. Olho para os meus objetivos a curto prazo e metas. No final, faço uma ligação entre todas estas ideias e chego a uma única palavra.

 

 

Por exemplo: Tendo uma família numerosa, com a aquisição de um carro novo e novas despesas, preciso de poupar dinheiro. Também regresso ao emprego no próximo ano no segundo semestre. Sendo um ano com grandes mudanças a nível pessoal e financeiro, preciso de encontrar um equilíbrio a vários níveis.Escrevi palavras como: mudança, economias, despesas extra, estudo, família numerosa, etc…E voilá, fez-se luz.

 

 

A palavra que eu escolhi para 2019 é GERIR. Gerir emoções. Sabemos perfeitamente que cuidar de crianças pode ser um trabalho emocional desgastante, entre altos e baixos.  Vou precisar de manter o equilíbrio mental e físico. Vou precisar de GERIR bem  despesas desta família que duplicaram. GERIR o meu plano financeiro, a poupança, o supérfluo do essencial. Vou precisar de GERIR os meus dias e noites. GERIR, sem cair em exageros. Voltar à vida, trabalho – casa, e gerir as emoções que tal acarreta. Já passei duas vezes por isto e sei que enfrento sempre alguns obstáculos no regresso à empresa.  A vida muda, é inevitável mudar com ela. GERIR as minhas necessidades pessoais, a vontade de estudar com a vida familiar. GERIR, o foco do próximo ano será este.

 

 

Estou calma em relação aos desafios. Quero viver dia após dia, sem grandes expectativas ou alarmes. Sem esquecer que tudo passa, é relativo, e que para cada problema/obstáculo existe uma solução. Venha 2019!

Publicado em 2 comentários

Objetivos para 2019 – blog e instagram | Especial Desenvolvimento Pessoal e Organização

IMG_20181102_112046_040.jpg

 

 

Os objetivos desta lista são somente sobre a minha atividade no blog e instagram, algo que pretendo realizar em 2019.

 

 

Uma coisa de cada vez, sem pressões e ao meu ritmo. São expectativas que acredito serem fáceis de realizar. Diminuí alguns aspectos para concretizar outros. Não pretendo andar a correr no próximo ano, nem estar com as costas pesadas. Pelo contrário, quero cada vez mais a leveza e sentir prazer em cada tarefa. Escrever com dedicação, estar presente e sobretudo, quero ter a mente descansada. Sem o sentimento de “não estou a conseguir”. Sempre consciente que o próximo ano terá dias assim.

 

 

Quero focar muito na poupança de tempo e dinheiro. E no que me deu muito prazer fazer este ano. Sem grandes malabarismos. Comentem, digam-me o que acharam da lista, se acham possível uma pessoa concretizar tudo. Brevemente, trago um post sobre alguns objetivos pessoais e indicações de livros sobre desenvolvimento pessoal.

 

 

Ler dois livros por mês

 

 

Não comprar livros durante o ano de 2019

 

Só pretendo comprar na feira do livro se tiver um bom ritmo de leitura nessa altura. No máximo, cinco livros com desconto. Quero poupar ao máximo e ler tudo o que tenho em casa. É a primeira vez que faço isto.

 

 

Manter os Clubes Literários

 

Continuar com o Net Book Club e Clube dos Clássicos Vivos .

 

Escrever

 

No segundo semestre. Avançar com o meu livro com mais experiências para partilhar e Contos (quase) de Verdade.

 

Criar uma rotina equilibrada
Realizar o Milagre da Manhã | #6amclub durante trinta dias, com um grupo porreiro antes de regressar ao trabalho, de forma a criar uma rotina matinal equilibrada.

 

Projetos Literários

 

Quarta edição de Ler os Nossos e Ler Saramago em Novembro e (talvez) o regresso do LEDA.

 

 

 

Podes ler mais sobre o Especial Desenvolvimento Pessoal e Organização AQUI

Publicado em 1 comentário

Como preparar os objetivos para 2019 | Especial Desenvolvimento Pessoal e Organização

Como preparar o ano seguinte? Com tempo, sobretudo com tempo e noção dos nossos limites. É mais eficaz quando te dedicas a planear bem o que pretendes fazer no ano seguinte.

 

 

 

Encontrei ao longo dos anos muitas técnicas que me facilitaram em atingir as minhas metas. A concretizar em vez de me lamentar com falta de tempo.  Serviu para eu focar e levar até ao fim as tarefas a que me propunha. Quando me perguntam, como é que consigo fazer tantas coisas, eu sei que parte se deve à minha determinação, mas outra parte é à minha organização. Com o tempo, criei hábitos de uma pessoa organizada. Com o tempo, também consegues. Tens é de começar.

 

 

 

A proposta de hoje é partilhar quatro pequenos passos para preparar o ano seguinte. São tarefas simples que qualquer pessoa pode fazer. São os passos que eu uso e funcionam comigo. Não deixes de planear os teus objetivos, se queres focar a tua mente em atingir os resultados.

 

 

 

 

 

 

 

Anotar tudo!

 

 

Existem inúmeras opções. Agenda, bullet journal, Evernote, caderno simples, etc…  Tens realmente de passar tudo para algum lugar. Seja em papel ou no computador. Sempre me dei bem com bullet journal, mas no próximo ano optei por uma agenda. Com as características necessárias para concretizar os meus objetivos. Ajusta à tua realidade e escolhe a melhor opção para ti. Precisar realmente de anotar tudo e ter por perto esse registo.

 

 

 

Traça objetivos anuais, metas mensais e semanais, tarefas diárias

 

 

Traça objetivos para 2019 que sejam realizáveis. Com o decorrer do ano, define metas para cada mês. Para as semanas, escolhe uma ou duas metas. E todos os dias traça três tarefas. É importante definir vários objetivos e separar por meses, semanas e dias. Quando fazes apenas a lista anual, ao longo do ano acaba por se perder e o foco desaparece. É bom que essa lista geral do ano esteja num lugar para consultares facilmente. Eu tenho sempre junto do meu bullet journal ou agenda.

 

 

 

Escolhe a palavra do ano

 

 

Essa palavra irá representar o teu ano, irá ajudar-te a manter um caminho e foco ao longo de 365 dias.  Podem ler AQUI como fiz para 2018. Já tenho a palavra de 2019 escolhida, irei partilhar convosco no inicio de janeiro.

 

 

 

Tira uma ou duas semanas para refletir

 

 

É importante deixar de lado as influências e perceber quais são as tuas necessidades. O que faltou em 2018. Escreve tudo o que te vier à cabeça e começa a definir o que esperas de 2019. É muito importante tirares algum tempo para estares conetado contigo. Precisas de escutar o teu coração, fazer uma profunda reflexão do que precisas melhorar ou mudar. Com o ruído das redes sociais não é possível.