Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

amulherqueamalivros

28.06.18

YORO | MARINA PEREZAGUA

Cláudia Oliveira
  Yoro deixou uma marca em mim. A audácia e inteligência da escritora Mariana Perezagua é tão evidente ao longo da narrativa que é impossível não ficar de queixo caído.  Tive a sensação que ela estava na primeira fila dos acontecimentos e conhecia detalhes que mais ninguém suspeitava em relação ao sofrimento daqueles que lidaram com a bomba de Hiroxima.  Fui completamente atropelada pelo sofrimento da protagonista, H.. Alguém que nasceu com os dois sexos, criada como (...)