Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

amulherqueamalivros

21.09.18

CHAMAR AS COISAS PELOS NOMES - VÂNIA BELIZ

Cláudia Oliveira
 Editora ArenaData de lançamento: Setembro, 2018 Foi com muita alegria que recebi o livro "Chamar as Coisas Pelos Nomes - Como e quando falar de sexualidade" da editora Arena, escrito pela Psicóloga Clínica e da Saúde Vânia Beliz. Aquele livro que chega no momento certo. Muito informativo, com uma linguagem clara e conteúdo necessário e adequado aos tempos que correm.  Na minha opinião é necessário uma disciplina de Educação Sexual na escola. Para falar dos mais (...)
12.08.18

3 NOVIDADES DE NÃO FICÇÃO

Cláudia Oliveira
Adoro ler livros de não ficção e já ando de olho em algumas novidades. Gosto de ler um pouco de tudo e o género é cada vez mais um dos meus preferidos. Hoje partilho três livros que quero ler/comprar com temáticas bem diferentes. Daqui a pouco estão nas estantes das nossas livrarias preferidas e se tudo correr bem também vêm morar cá para casa.   Sinopse A cada ano são largadas nos oceanos cerca de 12,7 toneladas de plástico, matando mais de 1 milhão de aves marinhas e (...)
29.07.18

DESAPARECER NA ESCURIDÃO | MICHELLE MCNAMARA

Cláudia Oliveira
 Lançamento: Julho, 2018Editora: Relógio D´Água SinopseEste livro tem o enredo, suspense e intensidade de um policial. Trata-se, no entanto, de um livro de não-ficção. McNamara morreu de forma trágica a meio da investigação que procurava identificar o Golden State Killer, responsável por uma onda de violações e assassinatos na Califórnia que se prolongou por mais de dez anos. A Polícia arquivou o caso. Mas McNamara continuou a investigação pelos seus próprios meios. (...)
20.05.18

SOMOS OS 99%| MARC GRANO/GONZALO FANJUL

Cláudia Oliveira
  Feliz por conhecer livros interessantes, para um público mais jovem, sobre a sustentabilidade e desigualdade. Ressaltando a importância de proteger o nosso planeta e alertando para fazermos alguma coisa para provocar a diferença. Este livro realiza muito bem o seu papel, através de factos simples, traça as diferenças existentes no planeta. Nunca é aborrecido, pelo contrário.  Temos a história de cinco indivíduos que apesar de não se conhecerem, têm algo em comum: (...)
26.04.18

FOME | ROXANE GAY

Cláudia Oliveira
  A história da Roxane conta como a literatura a salvou. Mas não só. Como ela magoou o seu corpo para se refugiar. Como ficou obesa ao encontrar na comida algum conforto. Como é viver num corpo gordo e todos os preconceitos com os quais convive regularmente. Ela foi violada por um grupo de rapazes numa cabana de uma floresta onde era impossível ser ouvida por mais alguém. Tinha apenas doze anos. Carregou o peso dessa experiência em silêncio, sem contar nada aos pais ou (...)