Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amulherqueamalivros

Sab | 18.01.14

Um Pouco de Cinema com "A Rapariga Que Roubava Livros"

Cláudia Oliveira

 

Ao contrário do livro, a morte não narra a maior parte desta história. Conto cinco vezes que a sua voz apareceu, nem tanto. Excepto este ponto, o filme é muito fiel ao livro. Personagens, acontecimentos, pormenores. Mesmo assim, esperava mais. Eu sou difícil de agradar, confesso. O livro, claro, é melhor que o filme. Muito melhor.

 

A minha Liesel não é assim, é mais destemida, com um ar menos angelical. Se o livro valesse 100%, o filme teria 40% do prémio.  Talvez 30%. Os actores estiveram muito bem, excepto actriz que interpreta a rapariga que rouba livros. Acho que ela faz uma representação muito fraca. Pouco ou nada emotiva na hora que precisa de ser. Não deitei uma lágrima. Estou grávida, minha gente. Devia chorar pedras da calçada. Quanto aos meus personagens preferidos, a Rosa e o Rudy, estão fantásticos. Adoro-os. Acho que qualquer pessoa os vai adorar. São óptimos personagens.

 

O melhor deste filme é o pano de fundo, o clima de terror/medo vivido na altura é passado para o espectador. Ah, e não é necessário ler o livro para entender o filme. 

 

O filme no geral desapontou-me. Tanto tempo à espera...para isto. 

2 comentários

Comentar post