Finalmente vi o filme do realizador italiano Nanni Moretti. Este filme recebeu vários prémios em 2015.

O enredo é simples. Conta a história de uma mulher que lida com o divórcio, está a produzir o seu primeiro filme e tem a mãe doente. A actriz Margherita Buy que dá vida à protagonista está excepcional. Aliás, todas as interpretações são fantásticas. Gostei da carga nostalgica que o filme transmite. Esta mulher tem de enfrentar diversos desafios e nós somos absorvidos pelas suas preocupações. Ter a mãe numa cama de hospital deve ser duro. E realmente eu sofri com a protagonista. 

Gostei, mas tem vários momentos chatinhos.