Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

amulherqueamalivros

Banner billboard da campanha 50% desconto desenvolvimento pessoal
Qui | 05.03.15

Um pouco de cinema com... Num Outro Tom

Cláudia Oliveira

198277_pt.jpg

Junta Keira Knightley e Adam Levine num filme como cantores. Agora coloca o Mark Ruffalo no papel de um produtor em decadência. Para aumentar as expetativas, junta uma banda sonora de qualidade e uma história de amor com encontros e desencontros. Tens o filme Num Outro Tom. São motivos suficientes para ver o filme? Claro que sim!

Gosto imenso da Keira, mais como presença/figura feminina do que como actriz, desde o filme Expiação. Ganhei aquele carinho especial por ela. É tão bonita, tão doce. Neste filme não foge muito dos papéis a que estamos acostumados, excepto o facto dela cantar. 

Quanto ao Mark Ruffalo, surpreendeu-me mais uma vez. Ele é uma excelente actor! Encaixou na perfeição. A relação com a sua filha também é maravilhosa neste filme. 

O Adam Levine é um quebra-corações. Cantor, apaixonado. Com sede de fama e reconhecimento, larga a namorada para vender discos. Vale a pena?

Vários assuntos são discutidos neste filme. Perderias a essência da tua arte para conquistar as massas? Quantas oportunidades são necessárias para recomeçar? Quem conhecemos de verdade? Entre outros.

Gostei bastante deste filme. Viciada na banda sonora. Toda a hora Lost Stars e Tell Me If You Wanna Go Home. 

7/10